O GOVERNO DEVE INVESTIR NA EDUCAÇÃO PÚBLICA, MAS PARA ISSO TAMBÉM?

PÉROLAS DO ENEM

·

· “O Brasil não teve mulheres presidentes mas várias primeiras-damas foram do sexo feminino”.

· (Ou seja: vários ex-presidentes casaram-se com travestis.)

·

·

· “Vasilhas de luz refratória podem ser levadas ao forno de microondas sem queimar”.

· (Alguém poderia traduzir?!)

·

· “O bem star dos abtantes da nossa cidade muito endepende do governo federal capixaba”.

· (Vende-se máquina de escrever faltando algumas letras.)

·

·

· “Animais vegetarianos comem animais não-vegetarianos”.

· (Esse aí deve comer capim.)

·

· “Não cei se o presidente está melhorando as insdiferenças sociais ou promovendo o sarneamento dos pobres. Me pré-ocupa o avanço regresssivo da violência urbana”.

· (“Sarneamento” deve ser o conjunto de medidas

· adotadas por Sarney no Maranhão. Quer dizer, eu “axo”, mas não me “pré-ocupo” muito.)

·

·

· “Fidel Castro liderou a revolução industrial de 1917, que criou o comunismo na Russia”.

· (Não, besta, foi o avô dele.)

·

·

· “O Convento da Penha foi construído no céculo 16 mas só no céculo 17 foi levado definitivamente para o alto do morro”.

· (Demorou o “céculo” inteiro pra fazer a mudança.)

·

·

· “A História se divide em 4: Antiga, Média, Momentânea e Futura, a mais estudada hoje”.

· (Esqueceu a História em Quadrinhos.)

·

·

· “Os índios sacrificavam os filhos que nasciam mortos matando todos assim que nasciam”.

· (Mas e se os índios não matassem os mortos????)

·

·

· “Bigamia era uma espécie de carroça dos gladiadores, puchada por dois cavalos”.

· (Ou era uma “biga” macho que tinha duas “bigas” fêmeas, puxada por um burro?!)

·

·

· “No começo Vila Velha era muito atrazada mas com o tempo foi se sifilizando”.

· (Deve ter sido no tempo em que lá chegaram as primeiras prostitutas.)

·

·

· “Os pagãos não gostavam quando Deus pregava suas dotrinas e tiveram a idéia de eliminá-lo da face do céu”.

· (Como será que eles pretendiam fazer isso?!)

·

· “A capital da Argentina é Buenos Dias”.

· (De dia. À noite chama-se Buenas Noches.)

·

·

· “A prinssipal função da raiz é se enterrar no chão”.

· (E a “prinssipal” função do autor deveria ser a mesma. E ainda vivo…)

·

·

· “As aves tem na boca um dente chamado bico”.

· (Cruz credo.)

·

· “A Previdência Social assegura o direito a enfermidade coletiva”.

· (Hehe. Esse é espirituoso…)

·

·

· “Respiração anaeróbica é a respiração sem ar, que não deve passar de 3 minutos”.

· (Senão a anta morre.)

·

· “Ateísmo é uma religião anônima praticada escondido. Na época de Nero, os romanos ateus reuniam-se para rezar nas catatumbas cristãs”.

· (E alguns ainda vivem nas “catatumbas”.)

·

·

· “Os egipícios dezenvolveram a arte das múmias para os mortos poderem viver mais”.

· (Precisa “dezenvolver” o cérebro. Será que egipício é para rimar com estrupício?)

·

· “O nervo ótico transmite idéias luminosas para o cérebro”.

· (Esse aí não deve ter o tal nervo, ou seu cérebro não seria tão obscuro.)

·

· “A Geografia Humana estuda o homem em que vivemos”.

· (I will survive.)

·

· “O nordeste é pouco aguado pela chuva das inundações frequentes”.

· (Verdade: de São Paulo até o Nordeste, falta construir aquadutos para levar as inundações.)

·

· “Os Estados Unidos tem mais de 100.000 Km de estradas de ferro asfaltadas”.

· (Juro que eu não li isso.)

·

· “As estrelas servem para esclarecer a noite e não existem estrelas de dia porque o calor do sol queimaria elas”.

· (Hum… Desconfio que vai ser poeta!)

·

· “Republica do Minicana e Aiti são países da ilha América Central”.

· (Procura-se urgente um Atlas Geográfico que venha com um Aurélio junto.)

·

·

· As autoridades estão preocupadas com a ploleferação da pornofonografia na

· Internet”.

· (Deve estar falando do CD dos Raimundos.)

·

· “A ciência progrediu tanto que inventou ciclones como a ovelha Dolly”.

· (Teve a ovelha Katrina, também. Só que ela era meio violenta…)

·

· “O Papa veio instalar o Vaticano em Vitória mas a Marinha não deixou para construir a Capitania dos Portos no mesmo lugar”.

· (Foi quando ele veio no papamóvel, lembra?)

·

· “Hormônios são células sexuais dos homens masculinos”.

· (Isso. E nos homens femininos, essas células chamam-se frescurormônios.)

·

· “Os primeiros emegrantes no ES construiram suas casas de talba”.

· (Enquanto praticavam “Tiro ao Álvaro”.)

·

· “Onde nasce o sol é o nacente, onde desce é o decente”.

· (Indecente: o sol não nasceu pra todos.)

·

· “A terra é um dos planetas mais conhecidos e habitados no mundo. Os outros planetas menos demográficos são: Mercurio, Venus, Marte, Lua e outros 4 que eu sabia mas como esqueci agora e está na hora de entregar a prova, a senhora não vai esperar eu lembrar, vai? Mas tomara que não baixe minha nota por causa disso porque esquecer a memória em casa todo mundo esquece um dia, não esquece?”.

· (Quase chorei. Mas todo mundo deveria esquecer a memória em casa, ao menos um dia: isso é lindo.)

22 DE NOVEMBRO – DIA DO MÚSICO

ARTISTAS (Samuel Rangel)

Artistas são mineiros de sentimentos,

 solitários desbravadores, que se

embrenham pelas minas da alma em

busca de pepitas de vida. Quando as

encontram, voltam a superfície para

mostrar ao mundo o que encontraram. É

a Hora do Show . (Samuel Rangel)

Adota-se o termo músico quando nos referimos a qualquer pessoa ligada diretamente à música, em caráter profissional ou amador, exercendo alguma função no campo de música, como a de tocar um instrumento musical, cantando, escrevendo arranjos, compondo, regendo, ou dirigindo um grupo coral ou algum grupo de músicos, como orquestras, bandas, big band de Jazz, ou ainda lecionando, trabalhando no campo de educação, em terapia musical.[1][2] Um músico brasileiro pode ter ou não, uma carteira de alguma instituição que o reconheça, como a Ordem dos Músicos do Brasil.[3] Um músico também pode ou não ter a formação acadêmico-técnica (através de escolas de música, conservatórios, faculdades ou universidades). Quando ele não tem formação alguma, costuma-se dizer que é um músico popular, ou ainda que aquele músico produz música de ouvido.[4] 

No início, a música era apenas rítmo marcado por primitivos com instrumentos de percussão, pois como os povos da antiguidade ignoravam os princípios da harmonia, só com o tempo foram acrescentando a ela fragmentos melódicos.[1] Na pré-história o homem descobriu os sons do ambiente que o cercava e aprendeu suas diferentes sonoridades: o rumor das ondas quebrando na praia, o ruído da tempestade se aproximando, a melodia do canto animais, e também se encantou com o seu próprio canto, percebendo assim o instrumento musical que é a voz. Mas a música pré-histórica não é considerada como arte, e sim uma expansão impulsiva e instintiva do movimento sonoro, apenas um veículo expressivo de comunicação, sempre ligada às palavras, aos ritos e à dança.[1] Os primeiros dados documentados sobre composições musicais referem-se a dois hinos gregos dedicados ao deus Apolo, gravados trezentos anos antes de Cristo nas paredes da Casa do Tesouro de Delfos, além de alguns trechos musicais também gregos, gravados em mármore, e mais outros tantos egípcios, anotados em papiros. Nessa época, a música dos gregos baseava-se em leis da acústica e já possuía um sistema de notações e regras de estética.[1]

Por outro lado, a história de Santa Cecília, narrada no Breviarium Romanum, a apresenta como uma jovem de família nobre que viveu em Roma no século III, nos princípios do cristianismo, decidida a viver como monja desde a infância. Mas apesar dos pais a terem dado em casamento a um homem chamado Valeriano, a jovem convenceu o noivo a respeitar-lhe os votos e acabou convertendo-o à sua fé, passando os dois a participar diariamente da missa celebrada nas catacumbas da via Ápia.[1] Em seguida, Valeriano fez o mesmo com o irmão Tibúrcio, e com Máximo, seu colega íntimo, e por isso os três foram martirizados pouco tempo depois, enquanto Cecília, prevendo o que lhe aconteceria, distribuiu aos pobres tudo o que possuía. Presa e condenada a morrer queimada, ela foi exposta ao fogo durante um dia e uma noite, mas como depois disso ainda se encontrava sem ferimentos, um carrasco recebeu ordem para decapitá-la. Mas, seu primeiro golpe também falhou.[1] Isso aconteceu durante o ano 230, no reinado de Alexandre Severo, época em que Urbano I ocupava o papado. Anos depois uma igreja foi erigida pelo papa no local em que a jovem mártir residira, tornando-se a Igreja de Santa Cecília uma das mais notáveis de Roma.[1]

Muito embora o Breviarium Romanum não faça menção alguma às prendas musicais de Cecília, ela se tornou, por tradição, a padroeira dos músicos, da música e do canto, cuja data de comemoração é 22 de novembro, o mesmo dia dedicado à santa. A tradição conta que Santa Cecília cantava com tal doçura, que um anjo desceu do céu para ouvi-la.[1] 

CALMA. TEM CURA, E NÃO É AMOR.

Solidário com algumas amigas e amigos que se apaixonam facilmente, e se jogam de cabeça  naquilo que pensavam ser o amor da sua vida, encontramos algumas instruções e esclarecimentos que parecem ser úteis.

Em conversa com meu amigo Boto, de notória experiência com os assuntos do coração alheio, chegamos a uma conclusão que você, eu, ou qualquer um, pode se confundir com alguns sintomas, e sair aos quatro ventos ouvindo música brega e dizer que está amando. Se isso for acontecer contigo, antes pare e analise os sintomas com calma.

O amor não é aquilo que te pega de surpresa e te deixa totalmente sem ar. O nome disso é asma.

Amor não é aquilo que te deixa tonto. O nome disso é labirintite.

O amor não é o que faz você sentir algo na boca do estômago. O nome disso é hérnia de hiato.

O amor não é aquilo que te faz perder o controle do corpo. O nome disso é AVC.

O amor não é aquilo que faz outra pessoa crescer dentro de você. Isso é gravidez.

O amor não aquilo que te causa um descompasso no coração. O nome disso é arritmia cardíaca.

O amor não é aquilo que te faz ver o mundo com outras cores. O nome disso é daltonismo.

Amor não é aquilo que te faz ficar com as mão trêmulas. O nome disso Parkinson.

E pelo amor de Deus, amigo ou amiga que agora lê esse nosso texto. O amor não é o que te faz esquecer o passado da pessoa. O nome disso é Alzheimer.

Então por favor, antes de sair por aí dizendo aos quatro ventos que está amando, confira com calma esses sintomas. Isso pode te livrar da desagradável obrigação de apagar do seu orkut , facebook etc., mil e quinhentas fotos de alguém que sabe Deus como você ficou.

Ex é como roupa fora de moda. Depois que passou aquela fase, você olha a foto e se pergunta: Como foi que eu tive coragem de sair com isso?

DEFENSORIA PÚBLICA – ALGUMAS CONSIDERAÇÕES EM SUA DEFESA

Sim. Não há dúvida de que o Paraná precisa de uma Defensoria Pública. Também é certo que este é o momento de firmar suas fundações institucionais. A questão então se resume a de que forma isto deve ser feito. Não podemos repetir erros, nem mesmo criar uma instituição de papel, que se dissolva ao menor contato com a realidade.

Será que queremos uma Defensoria Pública que acolha a morosidade tal qual ela se instalou no judiciário?

Será que queremos uma Defensoria Pública que enfrente as mesmas dificuldades que se erguem diante do Ministério Público?

Por ser a instituição que garantirá os sagrados princípios da Ampla Defesa e do Contraditório, em socorro daqueles que não possuem outra opção, ela deve ser a expressão mais austera do Estado Democrático de Direito. E ao que se ve, disso ainda estamos longe.

A Defensoria Pública não pode, sob nenhuma hipótese, ser o fator de legitimação do Erro Judiciário, nem tão pouco o oponente virtual ao Ministério Público. Criar uma Defensoria Pública nesse sentido, seria condená-la à ineficácia, ao vexame e à imoralidade.

Por fim, ainda maior cuidado exige o momento em que esse aparente movimento salvacionista surge. No apagar das luzes, quando o salão já está quase vazio, parece que surge a intenção de afinar a banda. Se não pelo lado legal, pelo lado moral, o momento em que se apresenta é de todo reprovável.  

Ao ter acesso ao Projeto de Lei que está em trâmite na Assembléia Legislativa, percebi ainda que diante de uma ampla lista de responsabilidades da pretendida defensoria, muitas delas divididas com o próprio Ministério Público, meras nuanças surgem de que ela se constitui fundamentalmente de um objetivo. O atendimento aos necessitados.

Neste sentido, cumpre observar que enquanto a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, representante da vanguarda nas instituições do direito, foi criada com uma lei composta por vinte e três artigos, muito bem alinhados no sentido de firmar a espinha dorsal da entidade, o Projeto de Lei encaminhado pelo Governo do Estado do Paraná, conta com mais de duzentos artigos, criando no papel, e só no papel, uma instituição em trajes de super herói, mas de papel, e tão somente no papel. Ao se erguer diante da realidade, verá a diferença entre a falácia, e o compromisso que deveria assumir.

Aos que se desesperam diante da urgência, embora não possam relaxar, e isso jamais, podem eles sim se acalmar, perder a sina, conter os impulsos e domar o ímpeto. Ainda existem em socorro dos necessitados a Defensoria Dativa.

Aquela mesma que entre os anos de 1991 e 2002, gratuitamente se apresentava voluntariosa e competente para defender os réus carentes. Aquela que defendia andarilhos, boiadeiros, e toda espécie de gente humilde que trouxemos para nossos grandes centros.

Aquele Defensoria Dativa que sequer recebia as cópias do processos, e seus cavalheiros trajados pela beca e pela responsabilidade social assumido nos juramentos que nos separam dos estudantes, custeavam inclusive o Xerox do processo.

Acalmem-se todos, e vamos ter ao menos desta vez, a calma, a serenidade e a razão necessária para edificar uma instituição realmente digna da denominação DEFENSORIA PÚBLICA.

QUER SABER COMO ATUA UM DEFENSOR DATIVO?

FILOSOFIA CURTA E GROSSA

Quem sabe tudo se resolva na Disneylândia. O que pode explicar esse meu humor de Pato Donald, seja o fato de às vezes me sentir um Pluto, por tentar agir como o Mickey Mouse e acabar passando por Pateta.

PENSAMENTO DO DIA

COMO É QUE O METRO QUADRADO DE CURITIBA PODE VALER R$ 2 MIL COM UM CLIMA DESSES?