CORITIBA 2 X 3 PARANÁ – Canja de Porco e Dias Cinzas

( (  ( ( ( ( ( 1 0 0 4 6

E a segunda-feira começou dolorida, cabeça inxada, ecoando na lembrança a narração dos três gols do Paraná. Ao mesmo tempo, convivem no peito duas emoções diferentes. Uma vontade de presentear o Zagueirão Pereira com um Código Penal atualizado e comentado. O que é isso zagueiro? Uma tentativa de homicídio? Sim. Segundo os emergentes defensores do dolo eventual, quando a lesão pode causar a morte, o agressor assume o risco de matar. Cuidado companheiro para não fazer companhia ao ex-deputado, até porque, pelo tamanho da patada, 60 quilômetros horários já é crime. Mas tenho que me concentrar para lembrar que o assunto é futebol e não direito, então, joga direito Pereira. Por favor!

Mas há de se convir que tem dias que nada dá certo. Dá até a impressão que como alguns dizem, tem dias que de noite é “broca” (usei do meu vernáculo para melhorar o nível). Em certo dias, se jogamos dois ovos em uma frigideira com azeite quente, na hora de servir vira sopa de giló. É bem isso. Jogamos as melhores frações de um porco, em uma panela de pressão profissional, junto com o melhor feijão, o tempero perfeito, e quando vai servir …

MEODEOS! UMA CANJA! UMA CANJA DE PORCO!

É assim mesmo companheiros. A vida é feita de fases, e nenhum ser vivente haverá de passar pela vida sem ter que cruzar a eternidade de um dia ruim. E quando digo ruim, digo muito pior do que isso. Provavelmente Pereira tenha recebido a visita da sogra ontem. Quanto a Willian? Justamente ele, que sempre foi um símbolo da garra Coxa, e uma das mais reluzentes pratas-da-casa, tinha que fazer aquela lambança no terceiro gol? Com certeza Willian recebeu ontem um notificação da Receita Federal dando conta de que não receberá nenhuma devolução. Caiu na malha fina, tal qual a redonda estufou as malhas largas da rede de Wanderlei. Ah Wanderlei… O que fazer diante do drible desconcertante que Reinaldo deu nele mesmo? Nada a declarar.

Quem sabe deva protagonizar o texto deste Coxa-branca um goleiro. Um Goleiro Paranista. Exatamente. Luiz Carlos. O Goleiro do Paraná ontem definiu o jogo. Não que o Coritiba jogasse melhor, pois é claro que o Paraná mereceu a vitória, mas sim pela presença do gênio Alex, um gigante que fez dois gols de cabeça, e que por duas vezes colocou a carta circular no correio da coruja. Mas quem é que estava no jardim da coruja? Aquele meninão de mãos crueis com a nação Coxa. Nem Alex conseguiu passar do inspiradíssimo Luiz Carlos.

Aliás, isto confirma nossa teoria da Canja de Porco. Tem dias que nada dá certo, mas entre eles, sempre haverá um dia que tudo, exatamente tudo, dá certo sim. E foi o que aconteceu com o Paraná ontem, inclusive por seus próprios méritos. E se o dia foi uma tragédia para Pereira e para Willian, para Luiz Carlos tudo deu certo. Se Luiz Carlos passasse ontem no shopping para comprar R$ 12 de crédito para o seu Vivo, ele ganhava um Porsche Cayenne. Ao receber a chave, ele ganharia 10 anos de Sky direto das mãos da Gi. E se a convocação para a seleção brasileira fosse ontem, Júlio Cesar não teria a menor chance. Simples assim.

Pra que tudo de errado para agluém, sempre tem alguém que está levando sorte em tudo.

São só fases…

São dias …

As vezes meses …

Mas “PELAMORDEDEOS”. Diz pra mim Willian, diz pra mim Pereira que isso não vai durar um ano.

( (  ( ( ( ( ( 1 0 0 4 7

Anúncios